Por que ter parceiros e não fornecedores?

Padrão

parceiros ou fornecedores

Já falamos aqui no blog sobre como identificar a hora em que se faz necessário trocar um fornecedor, mas você consegue identificar se atualmente seus fornecedores atendem o status de “parceiros”?

No dicionário Michaelis parceria tem o seguinte significado:

Reunião de pessoas por interesse e objetivo comum; companhia, sociedade.

Pare um minuto! Analise com calma. Seja qual for o segmento que atue, você pode chamar seus fornecedores de parceiros?

Em tempos de disruptura pra lá, segmento 3.0 pra cá…encontrar fornecedores com quem você realmente pode contar não é uma tarefa fácil, por isso enumeramos aqui no blog alguns itens que podem lhe ajudar a identificar e encontrar parceiros e não simples fornecedores para sua empresa.

Preço

É claro que em tempos de arrocho econômico e baixa rentabilidade você ficará tentado a escolher o fornecedor mais barato. Lembre-se da velha frase do seu avô (pelo menos o meu dizia): “O barato pode sair caro”. Um fornecedor que vende barato demais pode não ter a estrutura e a saúde financeira para atendê-lo. Imagine, por exemplo, que sua empresa experimenta uma expansão muito rápida. Seu fornecedor está apto a acompanha-lo? Ele possui escalabilidade? Se a resposta for não, é melhor você começar a se preocupar.

Em resumo: Não escolha o mais barato! Escolha o melhor custo benefício. Faça as contas! Visite seu fornecedor. Conheça a operação dele e tire suas conclusões.

Tenha noção dos custos totais a longo prazo. Entenda que imediatismos nunca ajudou ninguém.

Cases de sucesso

Essa dica vale para você que está no mercado atrás de novos fornecedores. Pesquise incessantemente sobre cases de sucesso de seu novo fornecedor preferencialmente em empresas que sejam de seu segmento.

Caso seu fornecedor ainda não atenda seu segmento não se preocupe, procure outras referências em empresas em que o mesmo já atende. Vá a campo! Conheça outras operações e saiba se o que ele tem irá lhe satisfazer.

Compromisso com o seu negócio

Fornecedores, ou melhor, parceiros, tem compromisso com o seu negócio, com as suas angústias e dores. Eles lhe ajudarão em projetos de expansão e a você a trilhar os desafios de sua jornada empresarial. E o principal: Apresentarão soluções que lhe atenda.

Atender suas necessidades é obrigação de seu parceiro, já que é pago para isso, mas quando ele interage com o negócio, encaixa e adequa as soluções aos lugares certos, a relação vai a um outro patamar. Isso vale para diversos segmentos, mas principalmente no ramo de software. Por vezes, cruzei o caminho de empresas que compraram o que não precisavam pois o vendedor relatou que seria aderente. Isso nos leva ao próximo tópico.

Honestidade

Isso nem deveria ser discutido. Mas não estou falando do que esperamos de nossos políticos ou da sociedade de maneira geral. Essa é uma das principais qualidades que lhe ajudarão a identificar se você está lidando com um verdadeiro parceiro.

Imagine que você tem um projeto que seja inviável financeiramente, tecnicamente ou operacionalmente. Apresente o projeto ao seu fornecedor, e este, por sua vez, em nome do lucro, assina embaixo.

Pois é, a situação hipotética acima acontece com frequência maior do que você imagina, mas é possível encontrar parceiros honestos que lhe dirão não e apontarão os motivos, além de dar uma saída.

Alinhamento estratégico

A estratégia de sua empresa é uma responsabilidade sua e de sua equipe, pois quando está bem delineada, é fácil identificar os parceiros que lhe farão atingir seus objetivos de curto, médio e longo prazo.

Trazer seus fornecedores junto ao seu time e permitir que eles contribuam para sua estratégia, é de suma importância para o sucesso de sua organização. Devemos sempre nos atentar se o parceiro (ou fornecedor) realmente está alinhado aos nossos objetivos, e caso você entenda que não saiba que é melhor pensar em uma substituição.

Para concluir…

Temos que procurar fornecedores, ou melhor, parceiros, comprometidos com o negócio e com nossas dores. Quando contratamos, terceirizamos ou adquirimos um serviço é porque queremos nos concentrar no nosso negócio, sem passar pelas mazelas de montar uma equipe inteira para executar uma tarefa que muitas vezes não faz parte do core business da empresa. Por isso, é muito importante construir parcerias duradouras e saudáveis, onde todos ganhem e atinjam seus objetivos, principalmente empresas com quem você possa contar, e acima de tudo compor a teia de estratégias de sua empresa.

Gostou? Não gostou? Conte nos comentários.

Siga-nos no facebook.com/tieprojetos

Clique no sino para receber notificações em seu navegador de nossas novidades.

Até o próximo post!

Bibliografia:

http://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/parceria/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *